Importância da Caixa para superar crise é destacada por empresariado sergipano

 

O presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, participou nesta quinta-feira, 20, de evento organizado pela Associação Sergipana de Empresários de Obras Públicas e Privadas – ASEOPP, onde abordou o  tema “As perspectivas para o crédito imobiliário”. O evento foi realizado no Celi Praia Hotel e contou com a presença do governador Jackson Barreto, do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira e diversas autoridades. Representantes do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Sergipe (Sinduscon/SE) e da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário de Sergipe – Ademi/SE,prestigiaram o evento.

 

Ao abrir o evento, o presidente da ASEOPP, Luciano Barreto, lembrou que apesar de ter passado pouco tempo em Sergipe, quando exerceu o cargo de superintendente da Caixa, Gilberto Occhi tem um imenso amor pelo Estado e em Brasília é mais um sergipano em defesa da melhoria da qualidade de vida dos sergipanos.

 

Luciano Barreto fez questão de destacar o trabalho da Caixa, dando o testemunho nos 50 anos que trabalha no setor da construção civil e que passou por várias crises. “Posso testemunhar que em todas as crises a caixa foi instrumento para a retomada da construção civil”, disse reafirmando a certeza na importância que a Caixa tem e sempre terá para a economia. Ele aproveitou para pedir a somação de esforços de todos que fazem o Sinduscon e a Ademi para juntos superarem a atual crise.

 

O presidente da ASEOPP aproveitou para abordar diversos temas, entre eles a concorrência desleal através da construção de várias unidades isoladas por pessoas físicas, sem autorização e sem submeterem as regras da Caixa. Gilberto Occhi informou que ainda este ano será regularizada a situação.

 

Luciano Barreto aproveitou para pedir ao presidente da Caixa que manifestasse ao presidente da Associação Brasileira dos Engenheiros da Caixa a defesa dele que os engenheiros da Caixa continuem fiscalizando e contra a PEC que deseja retirar essa atribuição deles. “Porém, precisamos discutir o papel da Caixa que precisa ser também protagonista. Sugiro que se reúna com os órgãos de controle e defina o papel de cada um”, explicou.

 

Em rápidas palavras o prefeito Edvaldo Nogueira e o governador Jackson Barreto destacaram a importância da Caixa, principalmente no momento atual. Edvaldo revelou que a Caixa foi importante nesses primeiros cem dias de administração para resolver duas pendências importantes. E que a partir de agosto algumas obras serão retomadas.  Já o governador disse que a Caixa é o banco social mais importante do país e o Estado não andaria com as obras hoje se não fosse essa parceria. “A Caixa está ligada umbilicalmente com sua presença em cada município”, disse.

 

O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, agradeceu a importância do evento e lembrou que recentemente, a pedido do governador, a Caixa fez uma parceria com os clubes sergipanos mesmo eles não estando na séria A. Ele apresentou alguns números econômicos e projetos da Caixa, dando ênfase ao programa “Minha Casa ,Minha Vida”. Gilberto anunciou que o governo federal pretende anunciar nos próximos dias um pacote com projetos para os municípios que desejarem entrarem nas concessões e Parceria Público-Privada (PPP) nas áreas de saneamento, resíduos sólidos, iluminação pública e mobilidade urbana.

 

Gilberto Occhi respondeu ainda perguntas de alguns empresários presentes e lembrou que nos últimos 40 dias a Caixa, através da liberação do FGTS, somente em Sergipe foram 50 milhões injetados na economia e com a projeção de dobrar este pagamento já que são cerca de 45 mil pessoas só no Estado. Em todo país, segundo Occhi, a previsão é que sejam injetados até o final  cerca de 40 bilhões. Já foram liberados nas primeiras etapas 15 bilhões do FGTS em todo país.