Superintendente apresenta novo cenário da Caixa com reestruturação

Com o principal objetivo de modernização para atender melhor os clientes nos diversos segmentos, a Caixa Econômica Federal realizou uma reestruturação superintendências, gerências e outros setores em todo país. O superintendente da Caixa em Sergipe, Diego Carraro, participou da reunião-almoço da Associação Sergipana de Obras Públicas e Privadas – ASEOPP,  onde apresentou este novo cenário nacional e estadual e respondeu diversas perguntas dos associados.

Diego Carrara ao agradecer o convite para a exposição salientou a importância do setor da construção civil para o país e Sergipe. “É uma parceria  que queremos fortalecer um setor importante da economia sergipana e a Caixa tem a preocupação em buscar soluções para as demandas do setor,” explicou. “Essa reestruturação tem o propósito de sermos cada vez mais fortes, ágeis e com capilaridade.”  Diego apresentou toda reestruturação feita na Caixa, o novo modelo de varejo e apresentou dados do setor de habitação e os números da carteira de crédito em Sergipe.

O presidente da ASEOPP, Luciano Barreto, fez diversos questionamentos sobre o papel da Caixa e lembrou que é importante a parceria porque a construção civil vem sendo sacrificada em todo país, principalmente as pequenas e médias empresas. Luciano lembrou que é preciso que a Caixa em Sergipe não tenha suas demandas dependentes de Brasília e que a equipe local tenha autonomia. “E que tenha instrumentos que permitam agilidade no setor de obras públicas para a Caixa assumir o protagonismo nesta área”, reforçou. Finisa – Presente  na reunião-almoço, o secretário de Estado da Fazenda, Marco Antônio Queiroz, que é funcionário de carreira da Caixa e foi superintendente, também agradeceu o convite e destacou a competência da equipe da Caixa e também da pasta da fazenda estadual. Queiroz disse que o governo está na expectativa de receber R$ 200 milhões do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) que já foi aprovado pela Assembleia e deve aquecer o setor em Sergipe. “O governador Belivaldo Chagas está preocupado em estimular a economia sergipana e a construção civil é um setor vital”, lembrou.